Divulgação
Divulgação

Dispensado, Paulo Baier pede desculpa por queda

Site oficial do clube catarinense publica breve declaração do meia veterano falando sobre situação da equipe no Brasileiro

Estadão Conteúdo

25 de novembro de 2014 | 16h59

Aos 40 anos, Paulo Baier está sem clube. Maior nome da história do Criciúma, ele foi dispensado na quinta-feira, dias antes do término do contrato, e não pôde ajudar em campo na partida que culminou com o rebaixamento da equipe catarinense, a derrota para o Flamengo, domingo.

Nesta terça-feira, o site do Criciúma publicou uma breve declaração de Paulo Baier em que o veterano meio-campista se despede do clube e pede desculpas à torcida pelo rebaixamento à Série B do Brasileirão.

"Minha terceira passagem no Criciúma chega ao fim. Gostaria de agradecer a todos os profissionais do Criciúma pelo respeito e dedicação no dia a dia. O Criciúma é um clube que sempre vou guardar no meu coração. Foram momentos mágicos vestindo essa camisa e jamais irei esquecer", escreveu ele.

Paulo Baier garante que sempre se empenhou pelo clube. "Gostaria de fazer um agradecimento especial aos torcedores por todo o carinho que sempre recebi. Peço desculpas pela temporada não ter sido a que gostaríamos, mas sempre busquei me empenhar para ajudar esse clube que tanto gosto."

Galatto, Gualberto, Eli Sabiá, Luiz Felipe, Cortez, Martinez, Rodrigo Souza, Serginho, Rafael Costa, Roger Gaúcho, Igor e Souza foram os outros dispensados na quinta-feira. Nas últimas duas rodadas diversos garotos devem ser observados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.