Disputa jurídica entre CBF e Liga do Nordeste será remarcada

Confederação Brasileira de Futebol contesta o valor de R$ 15,2 milhões pedidos pelos nordestinos

Ana Luísa Westphalen, Agência Estado

13 de fevereiro de 2008 | 14h52

O primeiro julgamento realizado para avaliar o recurso especial que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) apresentou pedindo revisão da indenização à Liga dos Clubes de Futebol do Nordeste no valor de R$ 15,2 milhões não foi conclusivo. De acordo com o Supremo Tribunal Regional (STJ), a Terceira Turma ainda não tem uma nova data para a próxima reunião. A ação de danos materiais foi movida pela Liga, em decorrência de seu campeonato regional de 2003 não ter sido incluído no calendário oficial de eventos da CBF daquele ano. O valor da indenização foi baseado nos contratos de publicidade do campeonato regional de 2002, ano anterior ao prejudicado pela medida da CBF.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.