Tasso Marcelo/Estadão
Tasso Marcelo/Estadão

Dívida fiscal pode impedir venda de atletas do Botafogo

Justiça impede a transferência de Fellype Gabriel sem que o clube carioca tenha quitado as dívidas

AE, Agência Estado

14 de junho de 2013 | 20h17

RIO - O Botafogo quer vender Fellype Gabriel para fazer caixa e quitar os atrasados com o elenco e funcionários. Mas a negociação com um clube dos Emirados Árabes Unidos nem foi sacramentada e o time alvinegro não poderá ver o dinheiro. O clube foi notificado pela 11.ª Vara de Execução Fiscal, com um mandado de penhora da Fazenda Nacional, impedindo a transferência se os dirigentes botafoguenses não quitarem R$ 8.075.667,20 em dívidas.

A Receita apertou o cerco aos clubes devedores, que têm buscado acordos para manter pagamentos regulares sem haver o bloqueio total de verbas provenientes de patrocínios e vendas de atletas.

Os alvinegros têm recebido sondagens por vários jogadores, que se valorizaram com a conquista do Campeonato Carioca e o bom início do Campeonato Brasileiro. Mas as dívidas fiscais podem evitar as negociações.

O zagueiro Antônio Carlos teve confirmado um estiramento na coxa direita, sofrido na vitória contra a Ponte Preta, no sábado passado. Ele deverá ficar afastado por pelo menos um mês. Durante o Estadual, o defensor sofreu um estiramento na coxa esquerda que o afastou dos gramados por dois meses.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.