Djalma Santos visita a Portuguesa

Os jogadores e a comissão técnica da Portuguesa receberam uma visita especial nesta terça-feira pela manhã. O ex-lateral-direito Djalma Santos, de 76 anos, bicampeão mundial pela seleção brasileira em 1958 e 1962, esteve no Estádio do Canindé para conversar com dirigentes e o os comandados do técnico Paulo Comelli. Revelado pela própria Portuguesa, Djalma também brilhou no Palmeiras, e é considerado um dos maiores laterais-direitos da história do futebol brasileiro. O ex-jogador, que hoje mora em Uberaba (MG), foi homenageado pela diretoria da Portuguesa e ganhou de presente uma camisa do time - a número 2, com a qual se consagrou na carreira. "Fico muito feliz em receber essa homenagem do clube que tenho tanto carinho", afirmou Djalma. "Foram dez anos de muita alegria que vivi na Portuguesa." O ex-lateral da seleção também foi rever o atacante Juninho Alencar, que está há três meses na Portuguesa, indicado pelo próprio Djalma. O convite para a visita foi feito pelo coordenador de futebol da Portuguesa, José Teixeira, que foi preparador físico da seleção na Copa de 1962, quando Djalma conquistou o segundo título mundial para o Brasil. "Hoje, com 76 anos, estou emocionado em pisar novamente nesse gramado e rever amigos como o (José) Teixeira", disse Djalma.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.