Djalminha se desculpa e é perdoado

O técnico do Deportivo La Coruña, Javier Irureta decidiu colocar panos quentes na crise de relacionamento com o meia Djalminha. Nesta quinta-feira, um dia depois de ter sido agredido com uma cabeçada durante um treino coletivo - o técnico disse vai pedir à diretoria que o jogador seja apenas multado. ?Não quero nada além disso. Ele se arrependeu e pediu desculpas?, explicou o técnico. O incidente ocorrido na quarta-feira motivou uma reunião de emergência no clube. Mauro Silva e Fran - dois dos principais líderes do time - intercederam por Djalminha junto a Irureta e ao auxiliar-técnico Francisco Melo e os cinco se reuniram no vestiário. E o brasileiro se redimiu. ?Falamos francamente sobre o problema e eu me desculpei com eles. Expliquei que são coisas que acontecem quando a gente está com a cabeça quente. Eu demonstrei estar arrependido tanto para eles como para todos os outros jogadores. Quero também, aproveitar para pedir desculpas aos torcedores. Isso não vai mais acontecer?, prometeu. Irureta disse ter compreendido. Para ele, Djalminha tem um ?temperamento forte? e reações como essas podem ocorrer em final de temporada. O incidente aconteceu durante um treino coletivo entre titulares e reservas. Num determinado momento, o auxiliar-técnico marcou um pênalti contra a equipe reserva, onde estava Djalminha. Revoltado com a marcação, o brasileiro tentou impedir a cobrança e por várias vezes, chegou a tirar a bola da marca do pênalti. Irritado, o treinador entrou no campo e exigiu que Djalminha deixasse o treinamento. A reação veio de forma destemperada, com uma cabeçada em Irureta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.