Djalminha tem futuro incerto

O futuro de Djalminha no La Coruña é incerto. A cabeçada no técnico Javier Irureta, no treino de quarta-feira, pode ter decretado o fim da experiência do brasileiro no clube espanhol que defende desde 1997. A diretoria não se manifesta, mas se dá como inevitável a transferência, assim que ele retornar da Copa do Mundo.O teatro montado nesta quinta-feira, no centro esportivo de Aceadama, seria apenas uma forma de não desvalorizar o jogador, de 31 anos e com cinco temporadas na equipe galega. O presidente do Deportivo, Augusto Cesar Lendoiro, torce para que nada dê errado neste momento, pois pretende obter lucro em eventual negociação - no próprio país ou para interessados do exterior.Por isso, o tom apaziguador das declarações de Irureta. O treinador foi incumbido de decidir o que pretendia fazer no episódio. E deu o tom. "Djalminha tem um modo de ser e nos conhecemos há quatro anos", afirmou o treinador. "Essas coisas passam no fim da temporada", reforçou. "O fato teve repercussão maior do que devia. Li que ele me agrediu. Digamos que tentou. Mas eu sei que vende muito mais com expressões fortes."Irureta fez sua parte, mas deve recomendar que o jogador seja multado. Ou pode não dar em nada, pois ele também estaria de saída. Em La Coruña, fala-se que o clube pode ter novo técnico para a temporada de 2002-2003. O nome? Luiz Felipe Scolari.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.