Dodô chama Geninho de mentiroso

O Santos já tem uma nova crise para administrar: o atacante Dodô, que está em férias, ficou chateado hoje quando soube que comentava-se em Santos que ele havia batido e perdido o pênalti no segundo jogo contra o Corinthians, nas semifinais do Campeonato Paulista, por vaidade e que o técnico Geninho havia comentado que a ordem que dera era para Rincón fazer as cobranças. "Se ele disse isso, mentiu", comentou o jogador. "O técnico não falou sobre isso na preleção e, se tivesse dado essa ordem, eu teria obedecido". Dodô vai se apresentar na segunda-feira, juntamente com os demais jogadores, mas não ficará mesmo na Vila Belmiro. Ele já consultou advogados e acredita que ficará com seu passe em definitivo quando terminar o contrato, no final deste mês. A permanência de Geninho não pesou nessa sua decisão. "Isso já passou", disse ele, comentando que "desde que brigamos, ele sempre achou uma oportunidade para me tirar do time". Sobre o lance polêmico - o pênalti desperdiçado na final - Dodô disse que não viu motivos para não fazer a cobrança. "Estava me sentindo bem e fiz a cobrança e, se houvesse a ordem, teria levado uma bronca, o que não aconteceu". Em sua defesa, lembrou que Marcelinho Carioca também perdeu um pênalti naquele jogo "e seu time acabou vencendo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.