Dodô é a esperança do Botafogo contra a Cabofriense

A reestréia do atacante Dodô é a grande atração do Botafogo para o confronto contra a Cabofriense nesta quarta-feira, às 21h45, no Estádio Alair Correa, em Cabo Frio (Região dos Lagos). O técnico Cuca, no entanto, não quer festa. Ele prevê uma partida ?encardida? para o time alvinegro, que empatou na estréia do Estadual do Rio e não pode tropeçar mais. Caso contrário, se complicará na Taça Guanabara (primeiro turno do Estadual do Rio). Cauteloso, o treinador adotará o esquema 3-5-2, com Luis Mário e Dodô no ataque. ?No ano passado, atuamos muitas vezes neste esquema e fomos bem. Jogar em Cabo Frio é duro. Penso que esta será a melhor formação para que o Botafogo vença a partida.? Por causa da presença de Dodô, Cuca optou por barrar o meia Lúcio Flávio e explicou tal decisão. ?O Lúcio é um grande profissional e entendeu a situação. Muitas vezes, um jogador sai do banco de reservas para se tornar o grande nome do jogo e isso pode acontecer em Cabo Frio?. Destaque do time, o meia Zé Roberto afirmou que o Botafogo não pode mais perder pontos no primeiro turno. ?São poucos jogos na Taça Guanabara e precisamos entrar em campo como se fosse uma final de campeonato. Não temos tempo a perder.? Ele alertou os companheiros sobre a força do adversário, principalmente quando atua em casa. ?A Cabofriense merece todo o respeito e a gente precisa ficar atento ao (atacante) Marcelinho, que tem muita velocidade, e ao (volante) Marcão, principalmente, em jogadas de bola parada?, analisou o camisa 10 do Botafogo. O técnico da Cabofriense, Jair Pereira, confia na qualidade do grupo. A derrota para o Flamengo, por 2 a 0, no Maracanã, não tirou sua confiança em uma boa campanha da equipe de Cabo Frio no Carioca. ?Acredito no trabalho que estamos fazendo. Em casa, vamos buscar nossa primeira vitória.? Ficha técnica: Botafogo x Cabofriense Botafogo - Max; Leandro Guerreiro, Juninho e Asprilla; Joilson, Túlio, Diguinho, Zé Roberto e Iran; Luis Mario e Dodô. Técnico: Cuca. Cabofriense - Flávio, Oziel, Cléberson, Éverton (Leandro Amaro) e Leandro; Marcão, Anderson, Têti e Esquerdinha; Marcelinho e Willian. Técnico: Jair Pereira. Árbitro - Fabio Dornelas Calabria. Horário - 21h45. Local - Estádio Alair Correa, em Cabo Frio (RJ).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.