Dodô pega dois anos de suspensão por doping

Atacante foi punido pela Corte Arbitral do Esporte (CAS) pelo uso da substância fenproporex

Redação,

11 de setembro de 2008 | 13h13

A Corte Arbitral do Esporte (CAS) suspendeu, nesta quinta-feira, o atacante Dodô por dois anos pelo uso da substância fenproporex (anfetamina) no dia 14 de junho do ano passado, na vitória do Botafogo por 4 a 0 diante do Vasco, pelo Campeonato Brasileiro.   Veja também:  Advogados de Dodô vão recorrer à Justiça comumDê seu palpite no Bolão Vip do Limão Dodô, de 34 anos, havia sido julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que o havia absolvido no ano passado, após uma suspensão preventiva de 30 dias, mas a Fifa, juntamente com a Wada (Agência Mundial Antidoping) entraram com um recurso, em setembro de 2007, contra a decisão do STJD junto ao CAS, que acatou e deu seu parecer a respeito do caso. De acordo com os membros da Corte Arbitral do Esporte, Dodô não conseguiu provar o porquê da substância ter constado em seu corpo. Vale destacar que a contraprova do exame também deu positiva. Os advogados do atleta estudam se cabe um recurso ou não contra a decisão.Para o CAS, a suspensão de Dodô começou no dia 6 de dezembro do ano passado, e sua passagem pelo Fluminense, neste ano, não causará nenhum ônus ao clube carioca tampouco ao Botafogo que, na época, contou com o atleta pelo restante do Brasileirão. De qualquer forma, o atleta poderá jogar somente a partir do dia 7 de novembro de 2009, acabando, assim, com seus planos de conseguir uma transferência para o exterior ou um possível acerto com o Corinthians, que foi cogitado assim que sua saída do Fluminense havia sido divulgada, em agosto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.