Dodô quer ser artilheiro do Paulista

O atacante Dodô tem a esperança de continuar como titular do Santos nessa fase decisiva do campeonato Paulista. Depois de marcar três gols contra o Mogi Mirim, no sábado, está com dez gols e já avisou que pretende disputar a artilharia do torneio. "Saímos da outra fase com o pé direito, vamos ter dois clássicos duros contra o Corinthians pela frente e o objetivo maior no momento é conseguir a vaga para disputar a final", disse ele, acrescentando: "O mais importante é a classificação, mas estou de novo na briga pela artilharia".Com dez gols marcados, está quatro atrás de Washington, da Ponte Preta, e quer confirmar próximas partidas sua condição de goleador. Ele é o sétimo artilheiro do Santos da fase pós-Pelé, com 59 acumulados com a camisa santista, suficientes para que ultrapassasse Paulinho Mc Laren (57 gols). Para chegar à artilharia do Paulista, precisa garantir primeiro a vaga de titular, que nem sempre foi dele nesta temporada. Ele reclamou de ter sido substituído em alguns jogos, entrou em atrito com o tolerante Geninho e diz que tudo isso pertence ao passado. "Agora, é só pensar nesses dois clássicos". Sabe que o adversário não é fácil e se lembra da derrota por 5 a 0 que o Corinthians impôs aos santistas. "Vai ser duro, mas sabemos que temos condições de vencer".Para Dodô, é indiferente jogar contra o Corinthians ou outro time na semifinal. Além de voltar à condição de titular, de ter chances de ser o artilheiro do Paulista, Dodô comemora também as pazes com a torcida, que voltou a aplaudi-lo depois dos três gols marcados em Mogi Mirim. "Agora, tudo voltou ao normal".Folga - Os jogadores tiveram dois dias de folga e amanhã retomam as atividades no CT Rei Pelé. Às 13h30, seguem para Sorocaba, onde treinarão esta semana, preparando-se para o primeiro clássico da semifinal contra o Corinthians, no final de semana. O ânimo dos atletas depois da vitória de sábado é bom, mas Rincón lembra que "falta alguma coisa para melhorar e todos têm que dar algo a mais nessa fase decisiva".Geninho vai trabalhar seus jogadores para evitar que a goleada sofrida para o Corinthians por 5 a 0 na primeira fase tenha reflexos no condicionamento psicológico dos jogadores. "Foi um jogo atípico, realizado em condições que não irão se repetir". Ele lembra que as duas equipes vêem em ascensão no campeonato, o que aumenta o interesse pela disputa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.