Dodô sofre fratura no rosto e está fora do Carioca

Jogador se machucou num choque com um zagueiro do Friburguense no sábado

Agência Estado

09 de março de 2008 | 17h28

O atacante Dodô está fora do Campeonato Carioca e vai desfalcar o Fluminense nos quatro jogos restantes da primeira fase da Taça Libertadores. Ele sofreu no sábado fratura de um osso direito da face, num choque com um zagueiro do Friburguense, em partida na qual o Fluminense venceu por 5 a 2. De acordo com os médicos do clube, o atacante deve ficar, no mínimo, dois meses afastado das atividades regulares.   Ele seria submetido ainda ontem à noite a uma cirurgia, para a colocação de placas e parafusos no rosto, a fim de acelerar o processo de cicatrização. Durante o jogo de sábado à noite, pelo Campeonato Carioca, no Maracanã, Dodô e os próprios médicos do Fluminense não imaginavam a gravidade da contusão após o choque de cabeça do atleta com o adversário. Dodô sangrava bastante, mas, à distância, parecia que tinha sofrido apenas um corte no supercílio.   No vestiário do estádio, ele levou três pontos e depois seguiu para o Hospital Quinta D’Or, na zona norte do Rio, onde foi submetido a exames. "A fratura foi de quatro centímetros no osso frontal. Ele está tranqüilo, bem humorado", disse o neurologista Gabriel Freitas, da equipe que atendeu Dodô no hospital. Ele permanecerá internado no Quinta D’Or pelo menos até terça-feira.   Foi a primeira contusão grave da carreira do atacante, contratado pelo Fluminense como um dos principais reforços da temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.