Dois anos após defender a Espanha, Michu jogará na 3ª divisão do país

A carreira do atacante Michu teve uma queda tão rápida quanto sua ascensão. De desconhecido jogador de clubes menores da Espanha, ganhou destaque no Swansea até chegar à seleção do país no fim de 2013. De lá para cá, no entanto, as contusões minaram seu sucesso e ele tentará dar a volta por cima na terceira divisão espanhola, pelo pequeno Unión Popular de Langreo.

Estadão Conteúdo

11 de novembro de 2015 | 16h17

Michu acertou sua rescisão contratual com o Swansea há dois dias, em comum acordo. O jogador, assolado pelas lesões, não conseguia se firmar no clube, que, por sua vez, já não acreditava mais em sua recuperação. No Langreo, no entanto, o espanhol terá a confiança e o apoio familiar, já que a equipe é treinada por seu irmão, Hernán Pérez.

"O Michu está bem e treina com total normalidade. Não tem sequelas de sua lesão, ainda que tenhamos que esperar um pouco para ver como reage seu tornozelo. A ideia que temos é que volte a ser o jogador que foi. Falo constantemente com ele, dizendo que o mais importante nestes momentos é recuperar as sensações que tinha", disse o técnico ao jornal Marca.

Revelado pelo Oviedo e com passagens por Celta de Vigo e Rayo Vallecano, Michu ganhou destaque no Swansea, principalmente na temporada 2012/2013 do Campeonato Inglês. Chegou a ser convocado para a seleção espanhola e atuou por 57 minutos diante da Bielo-Rússia, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014. Emprestado ao Napoli para a temporada 2014/2015, atuou em somente 147 minutos durante o ano graças às muitas lesões no tornozelo. De volta ao Swansea, seguiu tendo problemas no local e não conseguiu voltar a jogar em alto nível.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolMichu

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.