Dois corintianos são baleados em confronto de torcidas

De acordo com a PM, confronto envolveu 400 pessoas, com 28 detidas e três com porte ilegal de arma

Daniela do Canto, Agência Estado

26 de outubro de 2009 | 08h35

Dois torcedores do Corinthians foram baleados em uma briga com torcedores do São Paulo na noite de domingo, no Largo do Paissandú, Centro de São Paulo. Conforme informações da Polícia Militar, o confronto envolveu 400 pessoas. No total, 28 foram detidas e três devem responder por porte ilegal de arma. O caso foi encaminhado ao 3.º Distrito Policial (Campos Elísios).

Veja também:

linkNinguém terá férias antecipadas no Corinthians, avisa Mano

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabelaClassificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Por volta das 21 horas, torcedores do Corinthians que iam do Pacaembu, onde o time enfrentou o Cruzeiro, para a zona leste, se encontraram com os torcedores do São Paulo no Largo do Paissandú. O time do Morumbi havia jogado pouco antes contra o Santos, na Vila Belmiro. Neste momento, teve início o confronto.

Roberto Silva Júnior, de 19 anos, foi socorrido em estado grave. Ele foi atingido nas costas e a bala ficou alojada na parte da frente do abdome. Baleado no braço direito, Leandro Honorato da Silva, de 25 anos, não corre risco de morte. Os dois torcedores estão internados na Santa Casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.