Dois indiciados por morte de palmeirense

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, dois dos 54 suspeitos detidos pela polícia, no último domingo, acusados de matarem o torcedor palmeirense Diogo Lima Borges, na estação Tatuapé do metrô, foram reconhecidos pelas vítimas e pelas fitas de vídeo da estação. Michael de Lima Santos e Cristiano de Morais Souza foram indiciados por tentativa de homicídio. Outros quatro acusados serão indiciados por rixa qualificada. Os acusados aparecem nas imagens que foram feitas pelas câmeras do metrô Tatuapé durante a briga entre as torcidas do Palmeiras e Corinthians.

Agencia Estado,

19 de outubro de 2005 | 14h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.