Dois jogos abrem a A-2 do Paulista

Depois das alterações em função dos grandes times e de outros privilegiados do Estado disputarem o Torneio Rio-São Paulo, a Série A-2 do Campeonato Paulista começa amanhã (19) com duas partidas. A competição será curta - apenas 15 rodadas - e cada jogo, principalmente para os donos da casa, será decisivo. "Tem que começar bem, apesar do pouco tempo de preparação e também pela documentação incompleta de alguns jogadores", diz o técnico do Rio Preto, Márcio Rossini. O time de Rossini estréia em casa, às 16 horas, no Estádio Anísio Hadad, em São José do Rio Preto, contra o Olímpia, dirigido por Roberto Brida. "Só tivemos 15 dias de trabalho", avisa o técnico Márcio Rossini, ex-zagueiro de Santos e seleção brasileira nos anos 80 e 90. Pelo investimento financeiro, ele considera Marília e Atlético Sorocaba como favoritos, mas a briga será intensa, pois os 16 times brigarão por quatro vagas para as semifinais e para fugir da única vaga do rebaixamento e da repescagem com o vice da Série A3. Apenas o campeão garante o acesso - o vice disputará outra repescagem, contra o penúltimo da Série A1. O primeiro jogo da A-2, no entanto, começa às 15 horas, no Estádio Nicolau Alayon, em São Paulo, entre Nacional e Bragantino. Túlio Tangioni Neto segue firme no comando do Nacional, enquanto o decadente Bragantino, campeão estadual de 1990, inicia outra tentativa para voltar à elite. Outros seis jogos serão disputados domingo (20).

Agencia Estado,

18 de janeiro de 2002 | 15h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.