Charles Platiau/Reuters - 26/5/2010
Charles Platiau/Reuters - 26/5/2010

Domenech critica jogadores da seleção francesa na Copa por greve

Treinador rotula atletas como 'moleques idiotas' por terem se recusado a treinar

AE, Agência Estado

15 de fevereiro de 2011 | 12h20

PARIS - Ex-técnico da seleção francesa, Raymond Domenech quebrou o silêncio em relação ao fiasco da equipe na Copa do Mundo da África do Sul. O treinador rotulou os jogadores como "moleques idiotas" por terem se recusado a realizar um treinamento em protesto pela dispensa do atacante Nicolas Anelka, que insultou o técnico.

A polêmica passagem de Domenech pela seleção francesa durou seis anos e terminou após o vexame da equipe na Copa do Mundo, com a eliminação na primeira fase sem conquistar sequer uma vitória e ainda envolvida em problemas fora dos gramados. Anteriormente, ele havia se recusado a comentar a greve dos jogadores.

Agora, ele disse em uma entrevista para a revista L'Express que os jogadores foram "um bando de irresponsáveis, moleques idiotas" por terem se recusado a treinar. A decisão do plantel chocou a França e provocou a ira de políticos e torcedores. Três deles foram punidos pela Federação Francesa de Futebol por conta do papel desempenhado na greve.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.