Domenech diz que enfrentar Espanha estava nos planos

O treinador da seleção francesa, Raymond Domenech, surpreendeu ao comentar que estava nos seus planos enfrentar a Espanha nas oitavas-de-final da Copa do Mundo da Alemanha. O confronto com a "Fúria" acontece na próxima terça-feira, em Hannover. "Jogar contra eles (espanhóis) será estupendo, mas nada fácil. Eram as oitavas-de-final que nós prevíamos, só não imaginávamos que seria dessa forma. Pensava que passaríamos em primeiro lugar, e eles em segundo. Mas mesmo assim, será um ótima partida", comentou Domenech.Depois de voltar a ganhar uma partida de Mundial - os "Bleus" não ganhavam desde a decisão de 1998, contra o Brasil (3 a 0) -, o treinador disse estar aliviado ao superar a seleção de Togo por 2 a 0, nesta sexta-feira, em Colônia."Foi uma merecida recompensa aos esforços e pela tensão que estávamos passando", discursou. Ele, no entanto, lembrou que o seu time voltou a perder muitas oportunidades diante dos africanos - o time marcou três gols nas três primeiras rodadas. "Tivemos novamente muitas ocasiões de gol. Não estamos conseguindo ter tranqüilidade em nenhum momento. Esse problema foi criado por nós mesmos e precisamos resolver isso", analisou.Já o atacante Thierry Henry, autor do segundo gol dos franceses, destacou a fragilidade da equipe durante os momentos de pressão. "É importante mantermos a cabeça fria, sabemos fazer isso. Mas só conseguimos depois que o nosso capitão (Patrick Vieira) nos mostrou o caminho", disse o jogador do Arsenal, lembrando o tento do companheiro, que abriu o marcador aos 10 minutos da etapa final.O camisa 12 também elogiou o goleiro togolês Kossi Agassa, que fez inúmeras defesas importantes. "Criamos várias oportunidades de gol no primeiro tempo. Mas às vezes os atacantes estão com sorte e às vezes não. David (Trezeguet) teve várias chances, mas esta noite foi de Agassa, foi duro de batê-lo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.