Domenech e Escalettes depõem na Assembleia Nacional da França

O treinador e o presidente da seleção francesa irão depor sobre os escândalos do grupo

Efe

30 de junho de 2010 | 05h55

O treinador Raymond Domenech, que deixou o comando da seleção francesa após o fracasso na Copa do Mundo da África do Sul, e o presidente da Federação Francesa de Futebol (FFF), Jean-Pierre Escalettes, que anunciou renúncia, comparecerão nesta quarta-feira, 30, a portas fechadas perante a Assembleia Nacional.

 

Veja também:

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação | Simulador

 

As audiências acontecerão junto à Comissão de Assuntos Culturais da Assembleia. Inicialmente as sessões estariam abertas à imprensa, mas os deputados mudaram de ideia depois de críticas a "depoimentos espetáculo".

 

Na terça-feira, 29, a atual ministra do Esporte, Roselyne Bachelot, prestou declaração à comissão citada, que examina a campanha francesa na África do Sul, onde o time foi eliminado na primeira fase com um empate e duas derrotas e o elenco esteve envolvido em várias polêmicas, com direito a motins e à expulsão do atacante Anelka, que deixou o grupo antes do fim da participação na Copa.

 

Bachelot assegurou que o presidente da Federação - que dias depois da eliminação dos "bleus" mudou de opinião e decidiu renunciar - não tinha sofrido "pressões" para abandonar o cargo, e lembrou que não é o governo que elege o homem forte do futebol francês.

 

 

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.