Domínio inicial e eficiência definem triunfo paraguaio

O Paraguai conquistou a primeira vitória do Grupo F da Copa do Mundo da África do Sul neste domingo ao derrotar a Eslováquia por 2 a 0, em partida disputada na cidade de Bloemfontein. Para isso, aproveitou o domínio inicial no primeiro tempo para abrir o placar e foi mais eficiente na segunda etapa para triunfar.

LEANDRO SILVEIRA, Agência Estado

20 de junho de 2010 | 11h11

Com uma postura ofensiva e apostando nos atacantes Roque Santa Cruz, Haedo Valdéz e Lucas Barrios, o Paraguai teve o controle da partida no primeiro tempo. A equipe envolveu a Eslováquia, criou várias chances de gol e abriu o placar com Vera, aos 27 minutos.

Já a equipe europeia pouco conseguiu fazer na primeira etapa e teve apenas uma chance de gol, na única finalização da equipe no primeiro tempo, com um cabeceio de Salata. Já o Paraguai finalizou oito vezes, teve mais posse de bola (51% a 49%) e até cometeu mais faltas (13 a 6).

A dinâmica do jogo foi alterada no segundo tempo. O Paraguai recuou e a Eslováquia se lançou ao ataque, em busca do empate. Os europeus finalizaram mais vezes (5 a 3), cometeram mais infrações (8 a 5) e terminaram o confronto com mais posse de bola (51% a 49%).

A postura ofensiva da Eslováquia, porém, não surtiu efeito. Mais eficiente, a seleção paraguaia chegou ao segundo gol aos 41 minutos da etapa final, com Riveros. Assim, entrará em campo para enfrentar a Nova Zelândia, no dia 24 de junho, com boas possibilidades de avançar às oitavas de final do Mundial da África do Sul.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.