Doni diz que Leão vai ajudá-lo a evoluir

O goleiro Doni é o mais novo reforço do Santos. As negociações foram concluídas hoje pela manhã e, à tarde, já treinou com seus novos companheiros e foi apresentado aos jornalistas. "Havia o interesse de outras equipes, mas dei prioridade para o Santos, que é um bom clube, tem um bom time, o técnico Leão e uma diretoria competente". Grêmio e Internacional de Porto Alegre queriam contratá-lo, ao mesmo tempo em que a Hicks Muse pretendia colocá-lo em algum clube do exterior. Seu contrato é de um ano e estabelece prioridade do clube na renovação no início de 2005. O fato de trabalhar com um técnico exigente e que foi um dos maiores goleiros do Brasil como Leão não assusta Doni: "Trabalhei com o Geninho, que também foi goleiro, e já sei como é trabalhar com eles", disse o jogador. Especificamente sobre trabalhar com Leão, ele comentou que "será muito bom, pois vou aprender ainda mais e crescer bastante". Por conhecer todos os segredos da posição, o treinador santista deverá definir quem será o titular, se Doni, Júlio Sérgio ou Mauro. "O Leão conhece muito a posição e vai definir isso", comentou Doni. Ele disse que, ao sair de férias, achava que não voltaria ao Corinthians e foi o que aconteceu. Agradeceu a diretoria corintiana pela liberação para jogar no Santos e revelou que só soube da resposta do Botafogo quando estava vindo para Santos. "Ainda bem que tudo deu certo", completou. Hicks Muse e Botafogo detinham seus direitos federativos e a dificuldades de conciliar todos os interesses prejudicava as negociações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.