Dono da Lotus adquire o Queens Park Rangers

O empresário malaio Tony Fernandes, dono da equipe Lotus na Fórmula 1, decidiu ampliar seus horizontes no esporte e entrar no mundo do futebol. Nesta quinta-feira, ele foi confirmado como novo dono do Queens Park Rangers, clube que voltou à primeira divisão da Inglaterra nesta temporada.

AE-AP, Agência Estado

18 de agosto de 2011 | 11h17

"Eu sempre quis estar envolvido com futebol e o apelo de um clube londrino, como o Queens Park Rangers, era uma oportunidade muito boa para ser recusada", declarou o empresário, que adquiriu 66% do clube através de sua empresa Tune Group.

Para assumir o Queens Park Rangers, Fernandes, que também comanda a empresa aérea AirAsia, precisou negociar com outros dirigentes da Fórmula 1, já que a equipe inglesa pertencia ao chefe da categoria, Bernie Ecclestone, e ao presidente da Renault, Flávio Briatore.

"Tenho ambição a longo prazo. Poderia facilmente dizer que vamos conseguir conquistar a Liga dos Campeões da Europa e o Campeonato Inglês, mas este não é meu estilo", declarou o empresário. "Não quero fazer grandes promessas se não puder cumprir", completou.

Tony Fernandes já havia tentado assumir o comando do West Ham, seu time de coração desde a infância, mas não teve êxito. Ele deve ter trabalho para melhorar seu novo clube, que estreou no Campeonato Inglês com uma derrota por 4 a 0 para o Bolton, em casa, no último sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.