Dória quer Botafogo mais estável em 2013 e mira seleção

O Botafogo deixou de sonhar com possibilidade remota de conquistar uma vaga na Copa Libertadores de 2013 ao ser derrotado por 2 a 0 pelo Sport, no último domingo, em Recife. Na sexta posição do Campeonato Brasileiro, o time ficou a oito pontos do São Paulo, último time do G4 da tabela de classificação, a duas rodadas para o término da competição nacional. Nesta quinta-feira, ao comentar a participação botafoguense no torneio, o jovem zagueiro Dória disse que o time precisará cometer menos vacilos na próxima edição do Brasileirão se quiser conquistar objetivos mais expressivos.

AE, Agência Estado

22 de novembro de 2012 | 16h30

"Não podem acontecer algumas oscilações no campeonato. Tivemos algumas que prejudicaram a gente. O campeonato é muito grande e quem menos oscilar (no próximo ano) será o campeão, caso do Fluminense (em 2012). Temos que tentar vencer o máximo de jogos possíveis no Brasileiro de 2013", projetou o defensor de 18 anos de idade.

Dória completou a maioridade apenas no último dia 11, mas se firmou como uma jovem revelação e seu início promissor de carreira já o faz pensar na possibilidade de também ganhar espaço na seleção brasileira Sub-20. Ele espera poder disputar o Campeonato Sul-Americano da categoria, em janeiro, e o Mundial, em junho, na Turquia.

"Quero que o próximo ano seja ainda melhor. Este ano foi muito bom para mim, só que em 2013 tenho outras metas para atingir: quero disputar o Sul-Americano e o Mundial Sub-20 pela seleção. Tenho isso como metas para mim", enfatizou Dória.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoBotafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.