Marcelo Sadio/Divulgação
Marcelo Sadio/Divulgação

Doriva exalta Dagoberto e diz que goleada motiva Vasco

Na próxima rodada, o Cruzmaltino encara o Flamengo no Maracanã

Estadão Conteúdo

16 Março 2015 | 09h29

Foi a estreia que Dagoberto e o técnico Doriva queriam. Recém-contratado, o atacante do Vasco se destacou no domingo com uma boa atuação, um gol e muitos elogios do treinador. Por fim, comemorou com os novos companheiros a goleada de 5 a 1 sobre o Nova Iguaçu, em São Januário.

"Foi acima das minhas expectativas. Graças ao bom Deus, estou na hora certa, nos momentos certos. Estou procurando sempre ajudar. De alguma forma tenho que contribuir, seja dando passes ou fazendo gols. Agradeço a todos do Vasco pela confiança que está sendo depositada em mim. Espero retribuir dentro de campo", festejou o atacante.

A boa estreia não despercebida pelo treinador. "Ele é um jogador diferenciado, que tem muita qualidade. É só olhar para a história recente dele. Fez um grande jogo, mas sabendo que falta muita coisa ainda por conta da preparação física. No futuro, a performance dele vai aumentar mais", projetou Doriva.

Para o técnico, o desempenho de Dagoberto foi reflexo também da boa atuação do Vasco. "O time jogou bem, conseguiu fazer aqueles gols que não estávamos fazendo em partidas anteriores. Foi em um momento importante da competição, ainda mais pelo jogo que temos pela frente", afirmou.

Na sua avaliação, a goleada, somada à liderança do Campeonato Carioca, deixará o Vasco em grandes condições para encarar o Flamengo, domingo, no Maracanã. "Em nível de confiança, a vitória foi essencial. Tínhamos esse objetivo de chegar à liderança. Sabemos que o próximo jogo vai ser complicado, por ser um clássico, mas vamos chegar bastante motivados", comentou Doriva.

A goleada deste domingo consolidou a liderança do Vasco no Carioca. O time tem agora 26 pontos, contra 23 do Flamengo. O rival da próxima rodada ocupa o terceiro lugar. Entre eles está o vice-líder Botafogo, com 25.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.