Marcelo Sadio/Divulgação
Marcelo Sadio/Divulgação

Doriva vê Vasco 'como ele queria' para semifinal do Carioca

Técnico destaca confiança no clássico decisivo com o Flamengo

Estadão Conteúdo

09 de abril de 2015 | 10h33

A goleada por 4 a 1 sobre o Volta Redonda, conquistada na noite desta quarta-feira, em São Januário, fez o Vasco garantir a terceira posição da Taça Guanabara e deixou o técnico Doriva empolgado para a disputa das semifinais do Campeonato Carioca, contra o arquirrival Flamengo.

"Sabíamos que o adversário oferecia perigo no contra-ataque. Foi bom, dominamos, gostei muito. Tivemos o controle e não nos precipitamos com a bola, fizemos um jogo consistente e os gols saíram. Para nós foi importante para consolidar a classificação. Uma vitória depois da derrota como foi em Friburgo era importante. Saímos duplamente felizes", afirmou o comandante, em entrevista coletiva.

O treinador também ressaltou que o Vasco chegará ao mata-mata no estágio ideal para conquistar um lugar na decisão. "O time chega à semifinal da maneira que eu queria. Foi um jogo muito importante, não podemos perder essa maneira de jogar. O time tem qualidade para jogar com a bola no chão, hoje (quarta) fizemos isso muito bem, uma das melhores partidas nossas. Criamos chances e fizemos os gols", reforçou.

Já ao projetar os duelos diante dos flamenguistas, que no ano passado foram campeões diante do Vasco graças a um gol irregular de Márcio Araújo no finalzinho do duelo de volta da decisão, Doriva prevê dificuldades, mas ele vê seu time pronto para conquistar classificação para uma nova final.

"Jogos contra o Flamengo são sempre difíceis. É uma partida de 180 minutos, temos que saber jogar. Vamos fazer de tudo para chegar à final e buscar esse título, a vitória de hoje (quarta) nos dá confiança extra", destacou Doriva. O primeiro jogo da semifinal entre Vasco e Flamengo será neste domingo, às 16 horas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato CariocaVasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.