Alex Silva / Estadão Conteúdo
Alex Silva / Estadão Conteúdo

Dorival alerta para que o São Paulo não repita os mesmos erros em 2018

Treinador já faz planejamento para a próxima temporada e fala em retomar o protagonismo do clube

O Estado de S.Paulo

27 Novembro 2017 | 07h00

Mesmo faltando uma rodada para terminar o Campeonato Brasileiro, o técnico Dorival Junior já começa a pensar no planejamento do São Paulo para a próxima temporada. O treinador alertou para que erros cometidos neste ano, como vendas de jogadores durante as competições, não se repitam e o time volte a ser protagonista.

+ 'Molecada' do São Paulo passa em teste de Dorival Junior

+ São Paulo supera o Coritiba e mantém vivo sonho pela Libertadores

"Temos que mudar o perfil que a equipe mostrou ao longo desse ano. O Rogério (Ceni) deve ter tido muitas dificuldades por conta das entradas e das saídas", alertou. "O São Paulo precisa saber os erros dessa temporada para não cometê-los na próxima. Está na hora do São Paulo voltar a ser protagonista nas competições. O torcedor merece isso."

+ Tabela: Campeonato Brasileiro 2017

Dorival também reforçou a impotância de o time se reforçar com jogadores já consolidados. "O São Paulo precisa de mais jogadores para fortalecer o grupo. Jogadores do nível de Petros e Hernanes e, claro, darmos a possibilidade para esses garotos."

Os garotos citados pelo treinador são os jovens como Lucas fernandes, Araruna, Militão, Shaylon e Brenner, que conseguiram se destacar em 2017 mesmo com o clube vivendo um momento de turbulência. 

​SHAYLON DESTA SEQUÊNCIA

"O Dorival tem me dado uma sequência de jogos, e isso é importante. Faz muita diferença. Tenho me preparado cada vez mais para agarrar estas chances e evoluir cada vez mais. Aprendo sempre com as oportunidades, e estou feliz por participar dos gols. O time foi guerreiro, e estou contente em poder ajudar", destaca Shaylon depois de vitória sobre o Coritiba por 2 a 1, em jogo válido pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.