Wilton Júnior/AE - 05/09/2010
Wilton Júnior/AE - 05/09/2010

Dorival atribui derrota do Santos à maratona de jogos

Sem as estrelas do 1.º semestre, técnico aponta que teve pouco tempo para preparar time santista

AE, Agência Estado

12 de setembro de 2010 | 21h26

O Santos conheceu neste domingo sua segunda derrota seguida no Campeonato Brasileiro. Depois de cair diante do Botafogo, na última quinta-feira, no Pacaembu, o time caiu diante do Ceará, neste domingo, em Fortaleza, por 2 a 1. Com isso, perdeu a chance de encostar nos ponteiros do campeonato nacional, já que Fluminense e Corinthians também tropeçaram na 21ª rodada.

Veja também:

linkVeloz, Ceará vence e complica Santos em jogo confuso

BRASILEIRÃO - tabela Classificação | lista Resultados

blog VOTE - Neymar deve continuar driblando?

O técnico Dorival Júnior atribuiu o revés no Castelão ao pouco tempo que teve para preparar um time que já não conta com as estrelas do primeiro semestre - Paulo Henrique Ganso está machucado e André e Robinho foram negociados.

"O Santos tem que ser forte para se reencontrar dentro da competição. Atuamos quinta, viajamos sexta e fizemos um trabalho ontem (sábado) pela manhã. Infelizmente estamos sem a possibilidade do trabalho de campo que acho fundamental em razão da sequência de jogos", disse Dorival, na entrevista coletiva.

O comandante também reclamou mais uma vez do excessivo número de faltas sofridas por Neymar. "O mesmo lance é aplicado em duas situações, uma para o dono da casa e outra para o visitante, independente do árbitro. A falta de critérios é muito grande. Quem tenta jogar futebol é parado com faltas, e esse antijogo não é punido. Quem tenta jogar futebol acaba saindo em desvantagem", completou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCDorival Júnior

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.