Dorival confirma Zé Luis e Neto Berola no Atlético-MG

O ótimo começo de Campeonato Mineiro, com três vitórias em três jogos, não empolga o técnico da equipe, Dorival Junior. Não que o treinador não esteja satisfeito com a campanha 100% até aqui, mas ele quer que os nove pontos já conquistados não sirvam apenas de gordura para o decorrer do torneio.

AE, Agência Estado

18 de fevereiro de 2011 | 19h10

"Uma vantagem será importante quando conquistada na última rodada. Em razão disso, nossa disputa será até o fim, com certeza. Não sei se teremos tempo para que possamos dar uma relaxada em relação à classificação, imagino que estaremos brigando pela diferença de pontos até a última rodada", analisou Dorival.

"O início é importante, mas será fundamental manter essa postura no meio e no final da competição porque teremos uma sequência muito complicada pela frente", completa.

No domingo, em Divinópolis, o Atlético-MG terá duas novidades para enfrentar o Guarani, terceiro colocado. Diego Tardelli, suspenso por conta da expulsão no clássico, dará lugar a Neto Berola. No meio, Richarlyson volta. Zé Luis, seu substituto contra o Cruzeiro, segue no time. Com isso, Serginho vira lateral-direito.

"Tivemos uma necessidade grande naquele momento do clássico, arriscamos até com o Jackson (na lateral direita), que nunca havia treinado naquela posição e, felizmente, foi relativamente bem. O Zé Luis fez uma partida excelente, ganhou uma condição dentro de campo e temos que respeitar tudo isso. Reconheço que o Jackson fez uma boa apresentação, mas o Zé Luis também", explicou o treinador do Atlético-MG.

Recuperado de um estiramento na panturrilha esquerda, o zagueiro Réver foi liberado pelo departamento médico. Ele já iniciou os trabalhos físicos, mas não enfrenta o Guarani.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.