Marcelo Sadio/Divulgação
Marcelo Sadio/Divulgação

Dorival critica atuação vascaína e vê vaga em aberto

Vitória por 2 a 0 sobre o Nacional, fora, não foi suficiente para agradar ao treinador

AE, Agência Estado

21 de agosto de 2013 | 08h45

MANAUS - O Vasco deu um grande passo em busca da vaga para as quartas de final da Copa do Brasil na última terça-feira, quando venceu o Nacional-AM por 2 a 0, mesmo atuando em Manaus. Apesar do ótimo resultado, o técnico Dorival Júnior afirmou que a vaga ainda não está garantida e, por isso, espera contar com a volta do meia Juninho Pernambucano e com a presença maciça da torcida no jogo de volta, dia 29, em São Januário.

"A volta do Juninho é fundamental, mas principalmente o apoio do torcedor, novamente a presença dele apoiando, empurrando sua equipe. Não pensem que o confronto está decidido, vai ser um jogo perigosíssimo, contra uma equipe traiçoeira, que sabe jogar. Acho que a vaga não está definida e precisamos estar muito atentos", declarou.

Dorival não escondeu que o resultado foi extremamente positivo para o Vasco, mas não gostou da forma como a equipe se postou em campo. Para ele, a atuação vascaína fez com que a partida ficasse muito "aberta". É justamente isso o que ele pretende corrigir para o jogo da volta.

"É um resultado importantíssimo. Tivemos muita dificuldade, encontramos uma equipe de muita qualidade, muito bem postada em campo, que trabalhou a bola e teve consciência. Foi um jogo muito franco, muito aberto. Não nos interessa esse tipo de jogo, já fizemos jogos com uma segurança maior. Mas o importante foi o resultado, reconhecendo que o adversário foi perigoso", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.