Divulgação
Divulgação

Dorival critica equipe do Santos no 2º tempo: 'Jogo ficou aberto'

Para treinador, postura da equipe foi 'desnecessária'

O ESTADO DE S. PAULO

18 de outubro de 2015 | 19h48

O Santos continua imbatível na Vila Belmiro sob o comando de Dorival Junior. Com a vitória desta tarde contra o Goiás, por 3 a 1, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, o alvinegro acumula o 13º triunfo. 

Apesar disso, o treinador não gostou do segundo tempo da equipe. Após o primeiro tempo praticamente perfeito, com três gols e outras chances claras para ampliar o marcador, o Santos sofreu um gol logo no início da segunda etapa. 

“No primeiro jogamos de uma maneira consistente, ligado em todos os lances. No segundo tempo, ficamos muito distantes um do outro. O jogo ficou aberto, franco, não era necessário que isso acontecesse. Estávamos esperando a saída ou aproximação de um companheiro, sem girar a bola”. 

O meio campo Renato teve visão um pouco mais otimista sobre o que aconteceu na etapa derradeira do jogo. “A gente teve uma oportunidade logo no começo, se fizesse, ia dificultar muito para o Goiás. Sofremos um gol no contra-ataque que não podíamos ter dado. Mas o importante é a vitória e a posição no G-4”. 

ASSISTA AOS GOLS DO JOGO


Tudo o que sabemos sobre:
BrasileirãoSantos FCVila Belmiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.