Gilvan Souza/Flamengo
Gilvan Souza/Flamengo

Dorival defende Paquetá e avisa que o Flamengo continua vivo no Brasileirão

Meia perdeu chance clara quando o jogo diante do Palmeiras estava empatado

Estadão Conteúdo

27 Outubro 2018 | 23h02

O empate no confronto direto com o Palmeiras, por 1 a 1, na noite deste sábado, no Maracanã, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, não era o resultado esperado pelo Flamengo. A diferença para o líder segue em quatro pontos, mas agora faltam apenas sete rodadas para o fim da competição.

Mesmo assim, o técnico Dorival Junior não jogou a toalha. E manteve a confiança na conquista do título. "Não perdemos a esperança e isso é o mais importante. Estamos vivos na competição", afirmou o treinador, após o empate no estádio do Maracanã.

A torcida que encheu o estádio - mais de 60 mil presentes - não poupou o meia Lucas Paquetá ao fim do jogo. O camisa 11 desperdiçou uma chance clara logo depois de Marlos Moreno ter marcado o gol de empate.

Na entrevista coletiva, depois do apito final, o treinador saiu em defesa do jogador. "O Paquetá já decidiu quantos jogos para a gente? Ele teve a bola do jogo no pé, mas pegou mal, calculou mal. Já vi centroavantes perderem esse tipo de gol. Não acontece só com o Paquetá, não. Aconteceu já em muitos momentos, com grandes jogadores", defendeu Dorival.

O colombiano Marlos Moreno, herói da noite pelo lado flamenguista, estava eufórico por ter marcado o seu primeiro gol com a camisa do clube. Ele não balançava as redes há quase dois anos. "Estou feliz porque vinha trabalhando para chegar este momento. O importante é o nosso time seguir brigando pelo título", declarou.

Ainda sonhando com o título, o Flamengo tem outro paulista pela frente no próximo domingo. O time rubro-negro enfrenta o São Paulo, no Morumbi, pela 32ª rodada. Já o líder Palmeiras faz em casa o clássico contra o Santos.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.