Futura Press/ Ademar Filho
Futura Press/ Ademar Filho

Dorival desabafa contra calendário e valoriza empate do Santos

Técnico destaca que a maratona de partidas provoca lesões

Estadão Conteúdo

07 de setembro de 2015 | 10h57

O técnico Dorival Júnior disparou contra o calendário do futebol nacional após o empate do Santos por 1 a 1 com o Sport, domingo, na Ilha do Retiro, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ele reclamou do excesso de jogos e destacou que a maratona provoca lesões e diminui o nível do futebol praticado.

"Eu volto a bater na tecla de que todas as equipes estão desgastadas, a qualidade está sendo perdida. o número de jogos é excessivo e os jogadores estão se lesionando. Isso faz com que o espetáculo piore. O campeonato vem sendo muito bom, bem disputado e com grandes jogos. Mas poderia ser melhor se tivéssemos mais pausas", afirmou.

Apesar do desabafo, Dorival garantiu ter aprovado a atuação do Santos diante do Sport, ampliando a sua invencibilidade para 12 jogos, sendo dez pelo Brasileirão. Para ele, o ponto conquistado pode ser decisivo ao time na luta por uma vaga na próxima Copa Libertadores.

"Talvez merecêssemos até mais sorte no jogo, mas é um ponto valioso para a sequência. Os jogadores fizeram um esforço acima do normal para alcançar esse belo resultado", disse. "É um perde e ganha e vai ser assim até o fim, em cada rodada tem que somar pontos, porque aí você ganha alguma coisa. Se continuarmos assim, será fundamental para a nossa sequência", completou.

Com 38 pontos, o Santos está em oitavo lugar no Brasileirão, a quatro do G-4. O time volta a jogar na próxima quarta-feira, quando vai receber o São Paulo em clássico na Vila Belmiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.