Dorival diz que árbitro 'desempatou' jogo com Palmeiras

Em situação delicada no comando do Atlético Mineiro, o técnico Dorival Júnior deixou o gramado do Canindé, na noite de sábado, insatisfeito com a arbitragem de Sandro Meira Ricci. Para o treinador, o juiz "desempatou" o duelo em favor do Palmeiras, que venceu a partida por 3 a 2.

AE, Agência Estado

31 de julho de 2011 | 11h51

"Foi um jogo igual até que ele, o árbitro, desempatou a partida. Não vejo um erro a favor do Atlético", disparou o técnico, que criticou a jogada do segundo gol do Palmeiras. "Foi uma falta nítida e tinha de ser anulado. O juiz acomodou o jogo e errou muito contra nós", afirmou.

"A partida em si foi um grande espetáculo, com jogadas criadas pelos dois times. Fico triste porque mais uma vez fomos prejudicados. Foi um absurdo a atuação do árbitro. Ele decidiu o jogo", declarou.

Apesar do revés, Dorival aprovou a atuação do Atlético, que vem apresentando atuações irregulares no campeonato. "Apesar da derrota, a equipe está se encontrando, vamos nos recompor rapidamente. Merecíamos um resultado melhor", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.