Dorival diz que faltou sorte ao Inter em empate

Depois de duas vitórias seguidas, o Internacional voltou a tropeçar no Campeonato Brasileiro diante do Coritiba, em casa, no último domingo, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Beira-Rio, por 1 a 1. Foi a nona vez que a equipe empatou competição e o técnico Dorival Júnior apontou a falta de sorte como responsável pelo resultado.

AE, Agência Estado

19 de setembro de 2011 | 10h03

"Nós tivemos produção acima de tudo. Criamos muitas chances para vencer. Em jogos anteriores, como Ceará, Flamengo e outros, merecíamos a sorte melhor e não o empate. Aconteceu de novo hoje. Mas acho que se mantivermos isso, com certeza, os resultados voltarão a aparecer. Vale destacar que o Coritiba é uma grande equipe e se defendeu bem", declarou.

Entre os jogadores o discurso foi o mesmo e todos lamentaram as várias chances perdidas pela equipe. Além de um pênalti defendido pelo goleiro adversário, o time gaúcho acertou duas bolas na trave, que poderiam ter alterado o resultado da partida.

"Era a hora de a gente chegar, mas infelizmente não conseguimos. Agora é pensar no próximo jogo. Não era o nosso dia. A bola bateu na trave duas vezes, perdemos pênalti... agora é pensar pra frente", disse o zagueiro Juan. "Perdemos muitas chances", concordou o meia Oscar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.