Ernesto Rodrigues/AE
Ernesto Rodrigues/AE

Dorival diz que tomou decisão para preservar Neymar

'Para o atleta vai ser muito bom. Estou tomando esta decisão consciente pela gravidade dos fatos', afirma o treinador santista

AE, Agência Estado

21 de setembro de 2010 | 19h42

Dorival Júnior surpreendeu nesta terça-feira ao vetar o atacante Neymar do clássico com o Corinthians, na quarta-feira. O técnico disse ter mantido a punição com o objetivo de preservar o jovem atleta, envolvido em seguidas polêmicas nas últimas semanas.

 

Veja também:

linkNeymar fora do clássico

linkGanso retira pontos

"É um tempo necessário para uma recuperação do Neymar em todos os aspectos. Para o atleta vai ser muito bom. Estou tomando esta decisão consciente pela gravidade dos fatos. Não sou o dono da verdade e ouvi várias pessoas antes de tomar esta atitude. A ideia é preservar o garoto, por quem eu tenho um grande carinho e ele sabe disso", explicou o treinador.

Neymar, que foi afastado do time no sábado, foi suspenso por tempo indeterminado por ter xingado o técnico durante a partida com o Atlético-GO, na quarta-feira passada. O atacante ficou de fora do empate sem gols com o Guarani, no domingo, mas era esperado para o clássico com o líder Corinthians, na Vila Belmiro.

"Estou fazendo o melhor para o atleta porque houve uma situação muito desagradável e espero que Neymar volte com outra cabeça. Não estou punindo por prazer e sim por necessidade", ressaltou Dorival. "A médio e longo prazo, vocês vão entender que foi a melhor decisão a ser tomada. Ele promete ser a maior sensação do futebol mundial, por isso é fundamental é que busquemos correções. Isso engrandece e faz crescer muito".

Dorival Júnior vai procurar compensar a ausência do garoto com a entrada de Alan Patrick, tido como substituto natural de Paulo Henrique Ganso, e fortalecendo o meio-de-campo com dois volantes de marcação - Arouca e Danilo - e dois meias. E optou pela formação com dois atacantes: Madson, para explorar os espaços nas costas por Roberto Carlos e Alessandro, e Marcel.

Dessa forma, o Santos deverá entrar em campo nesta quarta-feira escalado com: Rafael; Pará, Bruno Aguiar, Durval e Léo; Arouca, Danilo, Alan Patrick, Marquinhos; Madson e Marcel.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.