Márcio Fernandes/Estadão<br>
Márcio Fernandes/Estadão

Dorival elogia Nathan e minimiza ausência do pentacampeão Lúcio

Treinador prefere escalar o jovem de 19 anos e veta o veterano jogador, de 36 anos, no clássico com o Corinthians sábado: 1 a 1

DANIEL BATISTA, O Estado de S. Paulo

27 de outubro de 2014 | 11h58

A grande surpresa da escalação do Palmeiras na partida contra o Corinthians foi a presença do zagueiro Lúcio no banco de reservas. O técnico Dorival Júnior preferiu apostar na juventude de Nathan, de 19 anos, para atuar ao lado de Tobio na defesa e deixou claro que foi uma escolha técnica e não física.

"Não tive conversa nenhuma com o Lúcio. Foi apenas uma troca por opção. Não chamo jogador para dizer que ele vai ser escalado, então não há necessidade de justificar outra situação. Respeito o atleta e todos que trabalham no Palmeiras, mas não houve essa situação", disse o treinador.

Em relação a Nathan, Dorival faz questão de destacar a evolução do zagueiro, mas pede calma com os elogios ao garoto. "O Nathan é um jovem que vem crescendo e se mostrado um jogador de muita vitalidade, com uma boa presença de área e, acima de tudo, rapidez para fazer as ações. Ele promete, mas ainda está no início de carreira. Não podemos criar expectativa muito grande, porque ainda é um garoto."

O elenco do Palmeiras folgou domingo e também descansa nesta segunda-feira. Só volta aos treinamentos na manhã de terça-feira, na Academia de Futebol. O time joga domingo, contra o Bahia, em Salvador, pelo Brasileirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.