Jonne Roriz/AE - 12/1/2010
Jonne Roriz/AE - 12/1/2010

Dorival já cogita levar Giovanni para o banco na estreia

Técnico está empolgado com o rendimento do veterano atleta e pode utilizá-lo no jogo contra o Rio Branco

AE, Agencia Estado

15 de janeiro de 2010 | 20h16

Empolgado com a grande atuação de Giovanni no jogo-treino de quinta-feira, o técnico Dorival Júnior já está cogitando deixar o atacante no banco de reservas para o jogo de domingo, contra o Rio Branco, no Pacaembu, na estreia do time no Campeonato Paulista.

 

Veja também:

tabela Tabela de jogos do Paulistão

"Giovanni é um caso a parte. Vamos conversar para sentir o que o jogador pensa. Vou respeitar a decisão dele. Se Giovanni achar que pode ir para o jogo, pode ficar como opção no banco", explicou Dorival.

Ele deixou claro que torce para que meia-atacante entre em forma o mais rápido possível para ser o comandante do time em campo. "Mas quero dar toda a condição a ele e respeitar os limites de sua condição. No jogo-treino ele já esteve mais solto, mas quero mais movimentação", avisou o comandante.

Dorival tem apenas duas dúvidas para escalar o time. Ele ainda não definiu se colocará Germano ou Roberto Brum na função de segundo volante, e Zé Eduardo ou André ao lado de Neymar, no ataque. O treinador não poderá contar com Fábio Costa, Rodrigo Souto (se recuperam de contusões), Edu Dracena, Léo e Marquinhos, em trabalho de recondicionamento físico.

Para começar o jogo a tendência é que Dorival confirme o time que começou o treino técnico desta sexta-feira, com Felipe; George Lucas, Bruno Rodrigo, Bruno Aguiar e Pará; Rodrigo Mancha, Germano, Wesley e Paulo Henrique; Neymar e Zé Eduardo.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.