Divulgação
Divulgação

Dorival Júnior diz que o Vasco 'se desdobrou' e cobra evolução

Técnico aprova os 2 a 1 no Nacional-AM, mas diz que time tem de melhorar para conquistar algo

AE, Agência Estado

30 de agosto de 2013 | 10h33

RIO - O técnico Dorival Júnior elogiou o time vascaíno após a vitória por 2 a 1 sobre o Nacional-AM, conquistada na noite da última quinta-feira, em São Januário, mas reconheceu que o time ainda precisa evoluir para obter objetivos mais expressivos do que a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil.

O treinador apontou fatores positivos do triunfo do Vasco e aproveitou para valorizar a boa campanha do rival amazonense, que surpreendeu ao eliminar outros favoritos antes de ser eliminado pela equipe carioca.

"O Vasco apresentou coisas boas, faz parte de um amadurecimento. Às vezes jogos desta natureza, contra adversários que não são tão reconhecidos, mas que jogam um futebol de velocidade, de bom toque de bola, não são tão valorizados. Mas foi uma equipe que vem fazendo excelente campanha também no Campeonato Brasileiro (da Série D) e exigiu muito. Tirou Ponte Preta, tirou Coritiba e o Vasco, que teve de se desdobrar para poder assegurar esta vaga, e temos de reconhecer que o adversário foi muito difícil desde a primeira partida", ressaltou o comandante, se referindo ao duelo no qual o Vasco derrotou o Nacional por 2 a 0, em Manaus.

O Nacional chegou a abrir o placar diante do Vasco na noite desta quinta, mas depois levou a virada, garantida com gols de Marlone e Dakson. "O Vasco evoluiu em alguns aspectos, teve paciência, troca de passes e criou oportunidades importantes. O time também se resguardou em alguns momentos e ainda não temos aquele volume (de jogo), mas isso virá com o tempo", completou Dorival.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.