Dorival Júnior é absolvido, e comanda Vasco no sábado

O técnico Dorival Júnior voltou a ser absolvido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nesta sexta-feira. O treinador vascaíno foi liberado por unanimidade e poderá comandar a equipe carioca do banco de reservas neste sábado, na partida contra o Bahia, pela 32ª rodada da Série B.

AE, Agencia Estado

23 de outubro de 2009 | 17h48

Dorival foi denunciado no artigo 188 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que prevê suspensão de 30 a 180 dias por "manifestação de forma desrespeitosa, ou ofensiva, contra árbitro ou auxiliar".

O treinador foi julgado nesta sexta por ter feito gestos à beira do gramado, mostrando contrariedade com uma falta marcada pelo árbitro no jogo contra a Ponte Preta, no dia 10.

Na ocasião, Dorival Júnior foi expulso de campo por causa da reclamação. Com a decisão do Pleno do STJD nesta sexta, o técnico vascaíno escapou de mais uma punição neste ano. Antes, ele havia se livrado de uma suspensão de 30 dias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.