Dorival Júnior faz mistério, mas não deve mudar o time

Equipe santista se classifica à final do Paulista mesmos e perder por um gol de diferença para o São Paulo

Sanches Filho, Agência Estado

16 de abril de 2010 | 20h23

Dorival Júnior comandou um treino tático na tarde desta sexta-feira, no CT Rei Pelé, e fez os últimos ajustes no time do Santos que vai decidir contra o São Paulo, domingo, na Vila Belmiro, quem será o finalista do Paulistão. O técnico afirmou que só vai anunciar a escalação santista momentos antes do jogo e admitiu a possibilidade de fazer mudanças. Mas não deve mudar nada.

Veja também:

linkAtual time do Santos vale mais de 100 milhões de euros, avisa o presidente

video TV ESTADÃO - Presidente do Santos quer manter time por dois anos

A escalação do Santos deve ser a mesma que começou o jogo do último domingo, quando venceu o São Paulo por 3 a 2 no Morumbi. Assim, Wesley fica na lateral-direita, Arouca será o único volante no meio-campo, ao lado dos meias Marquinhos e Paulo Henrique Lima, e o trio de ataque terá Robinho, André e Neymar.

Durante os cinco minutos finais do treino desta sexta-feira, Dorival Júnior tirou André do time titular, para colocar Pará na lateral-direita e passar Wesley para o meio-campo. Mas essa formação deverá ser utilizada apenas no decorrer da partida de domingo.

Na entrevista coletiva, o treinador procurou medir bem as palavras e exaltar as qualidades do São Paulo. Mas mudou o tom para defender os garotos do seu time ao saber da declaração de Hernanes de que o jovens santistas poderão tremer diante da responsabilidade decidir a vaga.

"O Santos poderá ter problema contra o São Paulo como o São Paulo contra o Santos. Qual jogador não foi jovem e inexperiente? São raras as vezes que acontece, mas uma equipe com três meses de formação e com jogadores novos pode ser campeã", rebateu Dorival.

O técnico também não economizou elogios ao falar sobre Neymar. "Para mim, ele é o melhor jogador do futebol brasileiro". E demonstrou satisfação pelo desempenho do time no Campeonato Paulista e na Copa do Brasil. "O Santos está mostrando como é o verdadeiro futebol brasileiro e isso ninguém vai apagar. Temos jogado um futebol vistoso e com objetividade".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.