Arquivo/AE
Arquivo/AE

Dorival Júnior faz reunião para acalmar elenco do Vasco

Técnico tenta colocar 'panos quentes' em princípio de crise que surgiu após empate contra o Duque de Caxias

AE, Agencia Estado

22 de junho de 2009 | 20h15

Um princípio de crise surgiu no Vasco quando, após o 0 a 0 com o Duque de Caxias, na sexta-feira, o meia Leo Lima criticou a postura dos jogadores nos treinamentos e disse que faltava seriedade. Preocupado com as palavras do atleta, que foram confirmadas por Titi e Ramon, o técnico Dorival Júnior resolveu entrar em ação e conversou duramente com o elenco antes do treino desta segunda-feira, no Vasco Barra. A bronca durou cerca de uma hora. Ninguém quis comentar o assunto posteriormente.

Veja também:

linkFernando Prass diz que Vasco já conhecia dificuldades

tabela Brasileirão Série B - Classificação

lista Brasileirão Série B - Calendário / Resultados

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão 

"Foi uma conversa interna. Ele falou sobre algumas situações que precisavam ser esclarecidas. Não vou falar de um assunto interno do time", disse o capitão Carlos Alberto, que cumpriu suspensão contra o Caxias e reforça a equipe neste sábado, contra o Figueirense, em Florianópolis.

O presidente do clube, Roberto Dinamite, sentindo o momento difícil, compareceu ao treino e conversou com o executivo do futebol, Rodrigo Caetano, mas procurou demonstrar tranquilidade quanto à fase ruim do time.

"A solução vai sair de dentro do próprio grupo", disse Dinamite. "A conversa foi uma coisa normal, uma decisão da comissão técnica para reunir os jogadores."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.