Dorival Júnior faz testes no Flamengo contra o Náutico

Técnico quer usar últimas rodadas para avaliar quem sai e quem fica para 2013

Leonardo Maia, da Agência Estado

11 de novembro de 2012 | 09h49

RIO - São poucas as chances de o Flamengo cair para a Série B do Campeonato Brasileiro. A preocupação maior no clube neste momento é iniciar o planejamento para a próxima temporada, de forma que erros deste ano não se repitam. O técnico Dorival Júnior quer usar as últimas rodadas do Brasileirão para observações e avaliações que ajudem a decidir dispensas e renovações. Na partida contra o Náutico, neste domingo, 11, às 19h30, no estádio dos Aflitos, no Recife, pela 35.ª rodada, um garoto vai ter uma inesperada chance na equipe titular.

 

Felipe Dias, que jamais havia treinado no time adulto, foi promovido dos juniores às pressas para substituir Ramon, suspenso, na lateral esquerda. Outros que estarão sob análise serão o goleiro Paulo Victor (Felipe segue afastado por lesão) e o atacante Hernane (Liedson está machucado). Caso a permanência na Série A seja matematicamente garantida, outros testes virão.

 

"Todos serão observados até o ultimo momento, não existe acomodação. Temos quatro jogos nos quais alguns jogadores poderão dar seu recado. Já estamos iniciando as tratativas para a definição de elenco para o ano que vem. É fundamental que todos façam seu melhor em campo", alertou Dorival Júnior.

 

Contratado após a demissão de Joel Santana, o atual treinador rubro-negro não conseguiu melhorar o desempenho da equipe, mas espera poder fazê-lo com o poder de participar da formação do grupo para o ano que vem. Dorival Júnior tem contrato até o fim de 2013.

"Este ano mostrou muita coisa. O (departamento de) futebol precisa e deve melhorar muito, se estruturar, passar a ter uma visão a médio e longo prazo, plantando alguma coisa para que no futuro haja uma colheita. O ano passou e pouco aproveitamos", criticou o técnico.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.