Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Dorival Júnior pede atenção e imagina Santos na briga por título

Treinador valoriza ponto conquistado contra o líder fora de casa

Estadão Conteúdo

13 de julho de 2016 | 08h30

Dorival Júnior teve de chamar a atenção dos jogadores do Santos no intervalo para evitar mais uma derrota diante do Palmeiras, nesta terça-feira, no estádio Allianz Parque, em São Paulo. Acordou o time com sua chacoalhada e espera que, daqui para a frente, a equipe não deixe o ritmo cair para se candidatar ao título do Campeonato Brasileiro.

"Se mantermos essa postura, nos canditaremos. Do contrário ficaremos no meio do caminho", afirmou, mandando uma mensagem para os jogadores. "Temos de assumir uma condição, o Santos tem jogado bem, exceção dos jogos com o Corinthians e o Inter, nos quais fomos muito abaixo, do restante o time vem bem e merece resultados".

Lamentou, contudo, a falta de uma melhor pontaria na hora de decidir o jogo diante do Palmeiras. "Seriam dois pontos muito importantes a mais, que daria a possibilidade melhorada de botar pressão nas equipes da frente. Mas o caminho é esse, com paciência, trabalho e determinação. O Santos vem fazendo por merecer".

Não que fosse desmerecer o ponto conquistado. Ao contrário, ele foi festejado pelo treinador, que já vislumbra uma arrancada na reta final. "Esses pontos somados poderão ser um diferencial até o momento de uma arrancada na hora certa".

Dorival Júnior ficou assustado com o início ruim do Santos e promete conversar com o grupo antes do confronto de sábado, diante da Ponte Preta. O time não pode repetir os erros, já que em casa o técnico não admite o desperdício de pontos.

"Erramos muitos passes pelo mau início que tivemos. A insegurança gerada nas jogadas marcadas, isso dificultou. Foi uma margem de erro muito alta do nosso time, esse o ponto mais negativo do jogo. Do mais, o time se recuperou, buscou se acertar o no segundo mudamos a postura e predominamos, levando mais perigo ao gol do Palmeiras do que ele ao nosso", completou o treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.