Dorival Júnior teme clima de euforia no Vasco

O clima de euforia criado para o confronto contra o Ipatinga, sábado, no Rio de Janeiro, preocupa o técnico Dorival Júnior. A diretoria do Vasco decidiu levar a partida ao Maracanã, no intuito de comemorar os 111 anos do clube e de quebrar o recorde de público da Série B, quiçá da Série A.

AE, Agencia Estado

20 de agosto de 2009 | 20h12

"O ambiente de festa traz mais dor de cabeça. Terminar o turno como líder não conta nada. Não podemos ir com espírito de festa. Para a gente não existe festa. Temos que estar muito concentrados", pediu o comandante vascaíno.

Como ressaltou Dorival Júnior, a partida pode valer também o título do primeiro turno para o Vasco, atual segundo colocado com 36 pontos. O líder Atlético-GO também tem 36, mas perdeu para o Bahia na terça-feira. Assim, a equipe carioca precisa apenas de um empate para assumir a liderança.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.