Marcello Zambrana/Estadão
Marcello Zambrana/Estadão

Dorival monta São Paulo com apenas três titulares em treino cheio de desfalques

Além de R. Caio, Arboleda e Cueva, Jucilei também não participou e Marcos Guilherme treinou separado na maior parte do tempo

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

05 de setembro de 2017 | 17h40

O técnico Dorival Junior, do São Paulo, comandou nesta terça-feira, 5, um treino em que a equipe principal tinha apenas três jogadores titulares: Hernanes, Petros e Lucas Pratto. A intenção do treinador é observar mais jogadores para avaliar suas opções para o jogo contra a Ponte Preta no próximo sábado.

Sem goleiros, a formação inicial da atividade no CT da Barra Funda teve como novidade o retorno de Junior Tavares na lateral esquerda, no lugar de Edimar, que treinou com os reservas. Sem Jucilei, que está no Reffis com dores na coxa esquerda após um choque no treino de segunda, Dorival observou Jonatan Gómez. Por estarem defendendo suas seleções nacionais nas Eliminatórias da Copa, Rodrigo Caio, Arboleda e Cueva também não participaram da atividade.  

Marcos Guilherme, que também deixou o treino de segunda antes do término por causa de dores no quadril, fez trabalhos separado do grupo na maior parte do tempo. Depois, atuou entre os reservas e mais tarde, em exercício de passes e marcação, com os titulares. Em seu lugar na maior parte do tempo, treinou Maicosuel. 

A formação tricolor na primeira parte dos trabalhos em campo reduzido, onde a principal cobrança foi em relação à força na marcação, teve: Militão, Bruno Alves, Aderllan e Junior Tavares; Petros; Lucas Fernandes (pela direita), Gómez, Hernanes e Maicosuel (pela esquerda); Lucas Pratto. 

Mais tarde, em treino coletivo com goleiros, Dênis e Lucas Perri revezaram no gol da equipe titular e Sidão ficou entre os reservas, enquanto Renan Ribeiro fez trabalhos separado. Em alterações, Dorival testou Buffarini e Gilberto entre os titulares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.