Alex Silva|Estadão
Alex Silva|Estadão

Dorival não teme marcação especial sobre Lucas Lima

Técnico do Santos diz que se o craque do time tiver dificuldade no jogo com o Palmeiras, outros atletas farão a diferença

O Estado de S.Paulo

23 de abril de 2016 | 09h45

Apesar de admitir que o time depende bastante de Lucas Lima, o técnico do Santos, Dorival Júnior, garante não estar muito preocupado com a possibilidade de o meia sofrer marcação especial por parte do Palmeiras. Ele até acredita que isso irá acontecer neste domingo, na Vila Belmiro, mas confia que, nesse caso, outros jogadores vão sobressair no clássico que vale vaga na decisão do Paulista.

O treinador sustenta que o Santos tem alternativas táticas e técnicas para superar eventual dificuldade do seu principal jogador. “Que grande equipe não depende de seu melhor jogador? Isso não quer dizer que com o Lucas bem marcado os outros jogadores não vão aparecer’”, analisou Dorival.

Um dos jogadores que o treinador acredita poder exercer a função de principal articular de jogadas caso Lucas Lima esteja bem marcado ou não se mostre numa tarde inspirada é Vítor Bueno. O jogador de 21 anos vem se destacando nas últimas partidas e tem sido importante tanto na armação como na conclusão das jogadas. “O Vítor está muito bem e isso me deixa tranquilo. O Santos é uma equipe que depende de seu grande nome, mas também independe em certos momentos para que possa encontrar uma solução’’, comentou o técnico santista.

No entanto, o treinador não quer colocar, nem que coloquem, o jogador sob pressão. Vítor Bueno tem apenas 21 anos e ainda está em busca de afirmação na carreira. “Ele vive uma crescente, mas temos de ter muito cuidado’’, alertou. “Espero que esses bons momentos vividos pelo Vítor não interfiram diretamente daqui para frente, que ele tenha consciência de que vai ser cobrado por aquilo que ele realizou.’’

A equipe que pega o Palmeiras vai ser definida oficialmente hoje mas, como não há jogadores suspensos nem contundidos, o Santos terá força máxima, uma vez que David Braz e Renato, titulares que andaram afastados por contusão, têm atuado normalmente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.