Ricardo Saibun/Divulgação
Ricardo Saibun/Divulgação

Dorival nega atrito com Gabriel por causa de skate no treino santista

Treinador afirma que não houve briga quando confiscou objeto

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

30 de outubro de 2015 | 16h24

O técnico Dorival Junior negou uma briga com o atacante Gabriel. No treino desta quinta-feira, o treinador retirou um skate elétrico que o jogador usava na beira do gramado - o treinamento foi dirigido apenas aos reserva. O jogador tentou argumentar, mas ouviu que a brincadeira havia acabado. O atacante do Santos deixou o gramado e foi para as dependências do CT Rei Pelé, e Dorival voltou a comandar o trabalho.

"Não aconteceu o que foi desenhado. Apenas vim e falei com eles que fossem para lá e usassem o aparelho para lá. Não houve briga.  Aqui é campo de treinamento, não de entretenimento. Não houve briga", afirmou o treinador em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira. 

Dorival também comentou o clássico contra o Palmeiras na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro. Para o treinador, não existe relação entre a partida de domingo e as finais da Copa do Brasil, nos dias 25 de novembro e 2 de dezembro.

"Os dois jogos decisivos são uma outra conotação. Serão decididos naqueles dias. Hoje, fazer qualquer prognóstico para daqui a um mês se torna complicado. Independente do que aconteça domingo, não credencia", disse o treinador.

O Santos ocupa a última vaga do G-4 com 50 pontos, a mesma pontuação de Internacional e São Paulo. O Palmeiras é oitavo, dois pontos atrás. "Difícil fazer qualquer previsão. Deixando de pontuar em uma rodada, saímos do grupos dos quatro (G4). Seria confortável se conseguíssemos um distanciamento, mas isso não via acontecer no  Campeonato Brasileiro como o nosso.", diz sobre priorizar G4 ou Copa do Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.