Ivan Storti/ Santos
Ivan Storti/ Santos

Dorival nega 'sabor de derrota' em empate do Santos contra reservas do Grêmio

'Nós criamos, lutamos, tivemos chances de vencer'

Estadão Conteúdo

17 Outubro 2016 | 11h08

O Santos entrou em campo no domingo, na Vila Belmiro, com o favoritismo para encarar os reservas do Grêmio. No entanto, foi surpreendido, saiu atrás no placar e precisou correr atrás para buscar o empate. O resultado de 1 a 1, como era de se esperar, não agradou o técnico Dorival Júnior, que, no entanto, descartou que tenha deixado o campo com "sabor de derrota".

"Não tem essa de sabor de derrota. É um empate com sabor de ponto. Nós criamos, lutamos, tivemos chances de vencer. Jogamos contra um adversário difícil, descansado, focado. Renato (Gaúcho) foi bem na escolha", declarou.

O resultado manteve o Santos na quarta colocação, agora com 55 pontos, um atrás do Atlético-MG e nove atrás do líder Palmeiras. Apesar da distância para o primeiro lugar, Dorival garantiu que o time alvinegro segue sonhando com o título.

"Continuamos brigando até o último momento. Por que não o título? Temos sete jogos, 21 pontos em disputa. Há uma diferença considerável, ninguém aqui é insano de pensar diferente, mas estamos motivados e vamos até o fim. Não vamos mudar o pensamento por causa do resultado. Futebol é cíclico, muda muito. Temos confronto contra o Palmeiras ainda", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.