Dorival pede bom senso ao STJD para julgar o meia Valdivia

Técnico do Palmeiras garante já ter conversado com o jogador sobre a expulsão contra o Flamengo e torce por suspensão branda

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

19 Setembro 2014 | 18h36

O técnico Dorival Junior disse nesta sexta feira que dentro do Palmeiras o caso da expulsão de Valdivia contra o Flamengo, na quarta, já foi discutido e resolvido pelo clube. O treinador pediu ainda para que o STJD tenha bom senso quando for julgar o chileno por agressão.

"Conversamos com a diretoria e está tudo resolvido da minha parte. Aprendi na minha carreira que um problema não pode durar mais de 24h", afirmou. "O Valdivia sabe que a disciplina deve prevalecer e entendeu o nosso recado". Dorival não seu detalhes se haverá alguma punição salarial para o jogador. 

Nesta sexta feira, a procuradoria do STJD denunciou o jogador por agressão por ter pisado no flamenguista Amaral. A punição varia de quatro a 12 jogos de suspensão. "Espero que no julgamento exista o bom senso para avaliar essa situação", afirmou. Valdivia vai cumprir suspensão automática no próximo domingo, quando o time enfrenta o Goiás, pelo Brasileirão.
Mais conteúdo sobre:
futebol Palmeiras Brasileirão STJD Valdivia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.