Divulgação
Divulgação

'Dorival só pediu elenco atual e garotos da base', diz presidente santista

Segundo Modesto Roma, técnico do Santos não pediu reforços

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

17 de dezembro de 2015 | 15h39

O técnico Dorival Júnior não pediu reforços para o Santos e se contenta com a manutenção da equipe de 2015, com o reforço de algumas peças das categorias de base. A revelação foi feita por Modesto Roma, presidente do Santos, no programa Seleção Sportv desta quinta-feira. "Ele (Dorival Junior) me disse o seguinte: 'Me deixe com o elenco que eu tenho. No resto, eu me viro com a base'", contou o presidente. 

Modesto respondia sobre o eventual interesse do Santos nos atacantes Hernane (Sport) e Henrique Almeida (Coritiba). Os dois estariam na lista de reforços como reservas de Ricardo Oliveira. O jogador do Coritiba chegou a ser oferecido ao Santos no início desta semana. 

O principal desafio para o presidente santista atender o pedido do treinador é a permanência do meia Marquinhos Gabriel, destaque do segundo semestre e que terminou a temporada como titular, barrando Geuvânio. 

Os dirigentes enviaram ao Al Nassr, da Arábia Saudita, uma proposta de US$ 4 milhões para contratar o jogador em definitivo. "O valor é estipulado no contrato. Nós mandamos a proposta para o Al Nassr e estamos esperando a resposta deles", disse.

Modesto acenou com a possibilidade do lateral direito Galhardo voltar a atuar pelo Santos após disputar o Campeonato Brasileiro pelo Grêmio. O retorno do lateral depende de um impasse na negociação com o clube gaúcho, que oferece o zagueiro Werley para ficar com o lateral. O Grêmio propôs uma troca simples, o que não agradou ao Santos, que considera Galhardo mais valioso que Werley. "O Galhardo foi muito bem este ano. E bons atletas o Santos sempre quer de volta", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolModestoSantos FCDorival

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.