Célio Messias/Estadão
Célio Messias/Estadão

Dorival prefere não encontrar culpados em derrota do Santos

Técnico destaca bom primeiro tempo da Ponte Preta

O Estado de S. Paulo

13 de setembro de 2015 | 16h03

Após uma impactante derrota por 3 a 1 para a Ponte Preta após 10 jogos de invencibilidade, o técnico Dorival Júnior minimizou os erros que custaram os três pontos em Campinas para o Santos. Ao invés de apontar defeitos em sua equipe, o treinador preferiu destacar o primeiro tempo excepcional do adversário. 

"Temos que reconhecer o valor da Ponte Preta. A Ponte jogou mais que o Santos no primeiro tempo, construiu o resultado e soube como segurar. Essa é a grande verdade, o jogo se resumiu a isso", disse Dorival Júnior. 

A Ponte Preta conseguiu dominar o Santos em todo o primeiro tempo, abrindo 3 a 0 no placar. No segundo tempo, a equipe de Dorival acordou da sonolência do primeiro tempo e reagiu, mas não foi suficiente para mexer na diferença do placar. 

"Em todas as vitórias nós nunca pontuamos em razão deste o daquele elemento. Jamais iríamos fazer isso em uma derrota. Todos estivemos abaixo do que a equipe vinha produzindo", afirmou o técnico.

Com o resultado o Santos perdeu a chance de entrar no G-4 do Campeonato Brasileiro. O time paulista estacionou nos 37 pontos, um abaixo do Flamengo, que ainda joga neste rodada. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.